Compre Agora

segunda-feira, 7 de maio de 2012

Estagiários de Direito da FCRS plantam árvores as margens do Fórum de Justiça

Quem passava pelo local elogiava a iniciativa dos estudantes e dos funcionários.

Os estagiários do Fórum de Justiça Desembargador Avelar Rocha, localizado na cidade de Quixadá, no Sertão Central cearense, mostraram que de fato estão preocupados não só com a justiça célere e justa, mas com futuro do planeta terra. Eles se mobilizaram e plantaram diversas árvores as margens do prédio que futuramente prendem trabalhar.
Com apoio de funcionários, diretores de varas, juízes e de promotores de justiça, além da colaboração da OAB, os acadêmicos de Direito, cujo esteve à frente da iniciativa o estágiário do Ministério Público Gilmar Júnior, percebeu que não tinha árvores as margens do Fórum de Justiça, “então tive a ideia de mobilizar os colegas, que prontamente se sensibilizaram”, destacou Júnior. Para ele cuidar do meu ambiente é sem dúvida se preocupar com o futuro das novas gerações.

Cada estagiário fez questão de deixar a sua marca, por sua vez, prometeram cuidar bem das mudas.
Quixadá é uma das cidades que tem um dos climas mais quente do estado, uma das consequências é a falta de arborização, por sua vez, muitos moradores ainda cortam pelo simples fato de não querer limpar as suas calçadas.
Existe um dito popular que diz que a vida de uma pessoa só é completa após fazer três coisas: plantar uma árvore, escrever um livro e ter um filho. Como “a ordem dos fatores não altera o produto”, não importa a sequência das ações, desde que elas sejam colocadas em prática.
Plantar uma árvore é a mais fácil dessas tarefas, leva menos de vinte minutos e traz frutos por até centenas de anos. No entanto, essa também é a atividade menos colocada em prática pela maioria das pessoas. Normalmente ofuscado pela correria do dia a dia, o plantio de uma árvore fica em segundo, terceiro ou às vezes nem entra nos planos.
Segundo dados da Organização das Nações Unidas (ONU) a população mundial atual é de sete bilhões de pessoas, se cada uma delas embarcasse nesta onda “verde” ou cumprisse pelo menos este item da “trilogia da vida”, seriam mais sete bilhões de árvores plantadas, para reduzir, mesmo que parcialmente, o impacto que a humanidade causa no planeta.


Fazemos parte da rede do Portal Revista Central - informação em tempo real com credibilidade. acesse: www.revistacentral.com.br

Um comentário:

junior kemps disse...

A coletividade deveria aderir a pequena mobilização, não apenas em Quixadá, mas em outros municípios, é uma iniciativa bacana, e algo assim deve ser propagado. Atenciosamente Gilmar Júnior.

::: NOSSOS VÍDEOS

Loading...