Acompanhe Ao vivo

terça-feira, 20 de fevereiro de 2018

Nova operação do COTAR prende novos suspeitos de ataque ao Bradesco de Ibaretama

A quadrilha é suspeita de atacar vários bancos na região, o Bradesco de Ibaretama teria sido um deles.

Uma nova incursão de composições do Comando Tático Rural (Cotar) do Batalhão de Polícia de Choque (BPChoque) da Polícia Militar do Ceará (PMCE), na cidade de Quixadá, resultou em mais cinco homens presos e farto material apreendido que seria utilizado pelo grupo para atacar instituições financeiras no Estado. A ação policial foi desencadeada, na madrugada do último sábado (17), no município do Sertão Central, localizado na Área Integrada de Segurança 20 (AIS 20). Mais de 20 quilos de material explosivo, além de quatro armas e diversas munições foram apreendidas com os indivíduos. Os presos são suspeitos de integrarem o mesmo grupo que foi preso em ação desencadeada no dia 14 de fevereiro, na mesma região. Até o momento, oito suspeitos do mesmo bando estão presos.


A continuação das diligências iniciadas no dia 14 de fevereiro, na região de Quixadá, levou os agentes de segurança a montarem uma nova ação para capturar o demais integrantes do grupo, que vinha sendo investigado pela Delegacia de Roubos e Furtos (DRF), da Polícia Civil do Estado do Ceará (PCCE). O bando criminoso é suspeito de realizar ataques a agências bancárias e carros-fortes no Ceará.

Os PMs intensificaram as buscas e, na madrugada do sábado (17 ), uma equipe do Cotar se deparoucom um veículo VW Gol, cor branca e placas JKQ 5488 do Distrito Federal. O carro trafegava pela rodovia estadual CE 265, que liga os municípios de Quixadá e Morada Nova, onde os suspeitos foram abordados pela equipe. Dentro do automóvel, foram presos: Bruno da Silva Lourenço (24), sem antecedentes; Marcelo dos Santos Lima (30), vulgo “Marcelo Negão”, com passagens por receptação, tráfico ilícito de drogas, lesão corporal dolosa e homicídio; Michael Lucas Moreira (21), com passagens por violência doméstica e posse de drogas; e Francisco Pedro Henrique Magalhães Martins, vulgo “Pedro das Vacas”, com mandado de prisão em aberto e com passagens por crime de trânsito e dois homicídios. Uma pistola calibre .40 foi encontrada no assoalho do banco traseiro. Todos confirmaram fazer parte do mesmo grupo criminoso do qual três integrantes foram presos em ação realizada pelo Cotar no dia 14 de fevereiro.

Informações Revista Central


Nenhum comentário:

::: NOSSOS VÍDEOS

Loading...