Acompanhe Ao vivo

quarta-feira, 18 de abril de 2018

67 cidades já reajustaram o Piso do Magistério no Ceará, Ibaretama segue sem reajuste.


Em pelo menos 62 municípios a reposição salarial do magistério foi igual ou superior a 6,81%, conforme a Lei Nacional do Piso da categoria. Ibaretama segue sem reajuste.

O levantamento realizado pela Federação dos Trabalhadores no Serviço Público Municipal do Estado do Ceará (Fetamce) junto aos sindicatos de servidores foi atualizado e constata que agora são 67 as cidades do Ceará que já reajustaram o salário dos professores em 2018. Em pelo menos 62 municípios a reposição salarial do magistério foi igual ou superior a 6,81%, conforme a Lei Nacional do Piso da categoria.


Na maioria dos municípios, o aumento foi aplicado de forma linear, ou seja, contemplando igualmente educadores com ensino médio, graduação, especialização, mestrado e doutorado.

Permanecem em destaque Parambu, Nova Russas e Iguatu, onde os professores conquistaram respectivamente de 8%, 7,5% e 7% de crescimento nos rendimentos. Além deles, os educadores com nível superior de Araripe comemoram os 10% de evolução nos proventos.

Subiu para cinco o número de cidades onde o índice não chega ao estipulado pelo Ministério da Educação, são Miraíma, com  2,653%; Jaguaretama, com 1,95%; Cascavel, com 4%; Poranga, também com 4%, e Orós, com 2,8%.

Há que se considerar ainda que em algumas cidades o reajuste será parcelado, mas com efeito retroativo aos 12 meses de 2018. Em outros, os 6,81% serão alcançados de forma escalonada, reduzindo a abrangência dos retroativos.

Ibaretama

O Município de Ibaretama, Sertão Central, segue sem o reajuste do magistério, de acordo com a presidente do SINDSEP que representa a categoria, Neiva Esteves, o município alega não ter condições de garantir o reajuste.

De acordo com a presidente do SINDSEP o processo de negociação já foi iniciado, o setor contábil do município não orienta aumento. Para a sindicalista as coisas estão desorganizadas e com muitas dificuldades, a folha dos 60% esta comprometendo os 40%, no entanto, Neiva disse ser possível conceder aumento, alertou que não arredará pé e não aceitará nenhum direito a menos.

A categoria da Educação de Ibaretama paralisou as atividades por um dia para reivindicar o reajuste, a ação não foi bem recebida pela administração municipal. O processo de negociação foi iniciado e está sem definição até o momento. Não conseguimos contato com a assessoria de comunicação do município para comentar.  

Nenhum comentário:

::: NOSSOS VÍDEOS

Loading...