Compre Agora

quarta-feira, 15 de março de 2017

Cidadania: contra a reforma da previdência mais de 600 estudantes e professores foram às ruas em Ibaretama.

Cerca de 600 estudantes e professores de pelo menos 5 escolas polos em todos os distritos de Ibaretama entoaram grito de guerra e pediram a saída do Presidente Michel Temer e não a reforma da previdência.

Distrito de Oiticica
Esta quarta-feira 15 foi marcada por manifestações contra a reforma da previdência em todo país, pelo menos 22 capitais contaram com atos também pedindo a saída do presidente Michel Temer, o Fora Temer foi ouvido em todo o país, parecendo não se preocupar o presidente disse mais cedo que a população está do lado do governo e vai aceitar que a reforma é necessária para o país.


Em Ibaretama, Sertão Central, cerca de 600 estudantes e seus professores das escolas municipais nos 4 distritos do município foram as ruas para manifestar-se contrários a reforma da previdência, com cartazes que indicavam a indignação com o governo federal estudantes apitavam e gritavam fora temer e não a PEC 287.

O Ibaretamanet fez a estimativa de pelo menos 600 estudantes baseado nos registros fotográficos enviados a nossa redação, nas redes sociais as manifestações mais diversas possíveis deixavam claro que o povo não quer perder direitos.

Na sua rede social a professora Cecilia Oliveira disse da adesão a paralisação nacional e frisou “fizemos nossa parte, deixamos nosso recado e nosso apoio aos demais brasileiros” e completa com Fora Temer.

Em Oiticica, A escola Francisco José de Freitas animou a paralisação com a bandinha da escola tocada por estudantes, a Escola Julio José Pereira em Barreiros também saiu com seus alunos para manifestar-se contra a reforma, em Piranjí a Escola José Gustavo de Queiroz manifestou apoio ao direito dos trabalhadores e não ao amento da idade mínima para a aposentadoria, cartazes com Fora Temer foram destaques.

Na sede do Município alunos e professores da Escola Raimunda Emília de Lima não saíram pra rua, paralisaram as atividades e ficaram em manifestação no pátio da própria escola.

Quem também se manifestou foi a Creche Criança Feliz na sede do município, crianças pequenas entre 3 e 6 anos de idade com apoio dos pais e professores levaram cartazes contra a PEC 287 e contra o Governo Federal.

Nas escolas polo de Pedra e Cal e a escola Pedro Alexandre Valentim em Nova Vida estudantes e professores também paralisaram suas atividades, em Nova Vida foi usado um carro de som para puxar a manifestação, uma paródia foi produzida para puxar a manifestação.


Colaborou com as fotos Elcirene Camurça (Professora).


Fazemos parte da rede do Portal Revista Central - informação em tempo real com credibilidade. acesse: www.revistacentral.com.br

Nenhum comentário:

::: NOSSOS VÍDEOS

Loading...