Acompanhe Ao vivo

segunda-feira, 16 de outubro de 2017

Papo Reto: Enterro Político

Por João Vieira Picanço

Dizem as más línguas que tudo que escrevo é só para criticar e proliferar um discurso de ódio, e que falo mais mal do que de bem dos políticos. Não! Não é verdade. Escrevo o que penso fazendo uma crítica do que vejo e leio. Desculpem os que não concordam com o meu posicionamento, mas isso talvez incomode muito os políticos mau caráter, desonestos, desleais e traidores, que em todas as campanhas conseguem enganar os alienados e os pobres que são vitimas submetidas à exclusão e à marginalização da vida social.

Gosto de escrever muito sobre as atuações dos políticos, principalmente os de  Ibaretama. Por quê? Por que é preciso alertar, informar os eleitores e a população da necessidade de saber da vida pregressa do candidato, ter preocupação no exame do candidato em quem votar. “E isso eu já venho fazendo há muito tempo. Agora há políticos tão abaixo da crítica, que não são dignos nem da minha maledicência”.

O eleitor deve ter o cuidado de ver se o candidato tem projeto para sua cidade. Se tem, se é possível realizar o projeto, ou se o projeto é só uma fantasia em roupas de certeza. Ver se o político que prometeu fazer por Ibaretama é pessoa que merece confiança, se cumpre as promessas de campanhas ou se é sub-reptício, um patranheiro, um dos que prometem para não cumprir. Se nada fez, nada merece.

Tomei conhecimento recentemente da aprovação de uma “lei municipal” de nº 165/2017, aprovada na Câmara Municipal de Ibaretama, que “regulamenta” a vaquejada. Ô coisa linda! Era chocalho, gibão, berros, abraços, vaqueiros por todos os lados. Meu Deus! Que FARSA! QUE DEBOCHE! Senhores vereadores, o povo já está cansado de saber como funciona esse TEATRO. Quer dizer então que essa Lei Federal não serve para Ibaretama? Ibaretama não é Brasil! Pra mim, foi uma surpresa fazer politica por vinte anos em Ibaretama e só agora saber que Ibaretama não faz parte do Brasil. Portanto, uma trapaça, trampolinice de quem não tem o que fazer.  

Os vereadores deveriam se preocupar com a qualidade de vida do povo, com os salários atrasados dos funcionários públicos, com a péssima qualidade da saúde, da merenda escolar servido ás crianças, com o estado dos ônibus que transportam os alunos, com as estradas, a segurança, etc. Acima de tudo, os vereadores servem para representar a sociedade na Câmara e não fazer teatro.

A Emenda Constitucional 96 § 7º ao artigo 225 da C/F determina que práticas desportivas que utilizem animais não são consideradas crueis, nas condições que especifica. Vejam que a Constituição Federal fala em lei especifica. O Governador Camilo Santana promulgou a Lei 16.321 de Setembro de 2017, regulamentando a vaquejada em todo território do Estado do Ceará. Portanto, não há necessidade de lei municipal. As vaquejadas e os rodeios foram reconhecidos dessa forma pela lei 13.364/16, que é uma Lei Federal, foi sancionado em novembro pelo prefeito Edson Moraes. Ô! Pelo presidente Michel Temer e valem para todo território NACIONAL.

Estabelece, ainda, por exemplo, que cada evento deverá contar com atendimento médico, presença de veterinário atuando como “árbitro de bem-estar”, transporte, acomodação e alimentação adequada para os animais, além de seguro de vida e de acidentes para os competidores. “Devido às peculiaridades inerentes às provas, é importe que a lei discipline em todo território nacional essa prática, de forma a preservar o bem-estar animal e proteger essa importante manifestação cultural”.

Outra comédia é ver uma foto no Facebook de agentes públicos (políticos) de Ibaretama juntamente com o gerente do Banco do Nordeste de nome Esaú, fazendo propaganda enganosa de uma LEI FEDERAL. Dizem eles que estavam isentando e renegociando as dívidas de agricultores de Ibaretama. A lei, que é uma Lei Federal, dá o direito de qualquer agricultor que esteja enquadrado no programa, de renegociar suas dívidas, independentemente de quem quer seja.

A Lei 13.340/2016, que é uma Lei FEDERAL dá desconto que varia de 15% a 95 % e facilita a negociação de dívidas de produtores rurais.    

Segundo a Lei, a concessão do rebate para liquidação dos financiamentos tem vigência até 29/12/2017.  Apesar de haver prazo até o final deste ano, é muito mais vantajoso que o produtor procure o BB o quanto antes, uma vez que os juros continuam incidindo sobre os saldos até a liquidação. Portanto, ESTÃO FAZENDO FESTA COM O CHAPÉU ALHEIO.

Eram oito horas, quando me chamaram para ver um soim, que caíra do mais alto galho da goiabeira, talvez perseguido pelo gato preto do vizinho. O animalzinho estava acabando de morrer, quando eu cheguei, Olhou-me.  Deu um grito e faleceu de traumatismo craniano, creio. Um grupo de soins jovens caiu sobre o danado do gato preto, que teve de correr. Até então, eu não tinha visto o que fizesse o pachorrento gato ter pressa.

São nove horas. Os soins continuam chamando o falecido líder, talvez patriarca. Comeram banana, que lhes corto em rodelas; dois desceram a ver o defunto e voltaram à goiabeira, porém todos ficaram saltitando nas árvores dos quintais, solidários. Que amizade! Com dois soins na prefeitura e nove na Câmara, Ibaretama seria outra cidade. Pelo menos, teriam quem lhe fizesse o enterro político. 

Fazemos parte da rede do Portal Revista Central - informação em tempo real com credibilidade. acesse: www.revistacentral.com.br

Nenhum comentário:

::: NOSSOS VÍDEOS

Loading...