Compre Agora

terça-feira, 4 de setembro de 2012

Falta de agilidade pode proporcionar impunidade ao motorista do acidente na CE-265


A tragédia do ultimo fim de semana pode ficar na impunidade por falta de agilidade médica do Hospital de Quixeramobim Dr. Pontes Neto, isso devido o médico plantonista que atendeu o motorista supostamente responsável pelo acidente do último sábado na CE-265, entre Quixadá a Ibicuitinga não ter recolhido sangue para detectar se o mesmo tinha ingerido bebidas alcoólicas.

O motorista do caminhão volvo, de placas HXZ-2214, Raimundo Rabelo do Nascimento, 36 anos, também ficou ferido, por segurança foi levado para ser atendido no hospital de Quixeramobim. Visando a sua integridade física e temendo que houvesse reação de populares, o condutor foi interrogado na Delegacia de Banabuiú, lá de acordo com o Dr. delegado Raphael Vilarinho, Raimundo Rabelo negou ter bebido e conduzido o seu caminhão.

Conta ainda o delegado que mesmo assim pediu a prisão preventiva do acusado, que deve responder por crime de homícidio, na modalidade dolo eventual, quando o acusado assume o risco produção do resultado. As investigações de testemunhas que poderão provar que o motorista bebeu serão procedidas pelo Delegado Regional de Quixadá, Dr. George Monteiro.

O motorista foi a fundo e atribuiu a culpa ao conudtor da F-400, Erieudes Germano de Sousa, sendo que este fez o teste do bafômetro e o resultado foi negativo, teor zero.

O delegado Raphael Vilarinho lamenta que um prova tal fática tenha sido dispensado, mesmo assim acredita que a justiça vai decretar a prisão do acusado.

Vítimas

Quatro pessoas morrem no acidente, o idoso Paulo Ferreira Felix, 87 anos; Francisco Pereira da Silva, 55 anos; Daynara Brito da Silva, 15 anos e Antônio Cleyton (Coronca) ainda foi levado ao IJF, mas morreu na madrugada do domingo. Marlon Vitor Barbosa da Silva,10 anos, e Jéssica da Silva Nunes, 16, tiveram as pernas amputadas, passam bem e estão fora de perigo.

São João dos Queiroz em luto

A comunidade do distrito de São João dos Queiroz parou desde do grave acidente, neste domingo o corpos de Francisco Pereira da Silva foi suputado, nesta segunda os demais vítimas.

Testemunhas

O portal Revista Central entrevistou duas testemunhas que estavam no interior do pau de arara, elas contas que de fato o veículo tinha aproximadamente umas trinta pessoas, haviam bandeiras para fora de caminhão. O aposentado Luiz Inácio de Queiroz, 65 anos, disse que passou momento de terror, “pensava que todo mundo ia morrer, foi uma pancada muito forte”, já a estudante Samantha Alves, 17 anos, estava na boleia, “eu só vi uma forte luz vindo ao meu encontro, pensava que ia morrer”, relatam.

Exame de sangue

Caso os médicos tivessem recolhido o exame de sangue do condutor acusado, a realização para saber se ele tinha bebido, só poderia ser realizada mediante autorização judicial. Como não foi procedida, a polícia vai se basear por meio de testemunhas que possivelmente tenham visto o mesmo em ziguezague na rodovia, como alguns afirmam, bem como há relatos de que ele estava momento antes bebendo no distrito de Várzea da Onça.


Mais Informações:
  • Delegacia Regional de Polícia Civil de Quixadá

Rua Brasílio Pinto, 1445, Combate
(88) 3445-1047

Quartel do Comando da 2ª Companhia do 1ª Batalhão Provisório em Quixadá
Rua Tenente Cravo - Campo Velho
Contato: (88)3445-1042  / 190


Fazemos parte da rede do Portal Revista Central - informação em tempo real com credibilidade. acesse: www.revistacentral.com.br

Nenhum comentário:

::: NOSSOS VÍDEOS

Loading...