Compre Agora

quinta-feira, 29 de novembro de 2012

Quixadá tem o maior índice de dengue do Estado e Ministério da saúde decreta risco de surto

Na região do Sertão Central, as cidades de Canindé e Quixeramobim estão em alerta, diz Ministério da saúde.
Um Levantamento de Índice Rápido de Infestação por Aedes aegypti (LIRAa) deste ano, divulgado pelo Ministério da Saúde, mostra o Ceará com três municípios em risco de surto, oito em situação de alerta e 12 com índice de infestação satisfatório (veja quadro). Os municípios classificados como de risco apresentam larvas do mosquito em mais de 3,9% dos imóveis pesquisados. É considerado estado de alerta quando menos de 3,9% dos imóveis pesquisados têm larvas do mosquito, sendo índice é satisfatório quando está abaixo de 1% de larvas do Aedes aegypti.


Risco de surto
Quixadá 6,3, Tejuçuoca 4,9 e Baturité 4,5

Em alerta
Caucaia, Tauá, Canindé, Horizonte, Quixeramobim, Parambu, Pacatuba e Crateús
Para qualificar as ações de vigilância, prevenção e controle da dengue, o Ministério da Saúde está repassando a todos estados e municípios brasileiros R$ 173,3 milhões. Os recursos representam 20% do valor anual do Piso Fixo de Vigilância e Promoção à Saúde e são destinados ao aprimoramento das atividades de controle do vetor, vigilância epidemiológica e assistência ao paciente com dengue. Esses recursos serão utilizados pelos estados e municípios no financiamento das atividades essenciais para o controle da dengue, como a visita dos agentes de saúde, compra de equipamentos e treinamentos de pessoal.
Este ano, na preparação para os períodos mais críticos da dengue, o Ceará já conta com pelo menos 4 mil e 600 profissionais de saúde capacitados, tanto no controle da proliferação do mosquito transmissor quanto na assistência aos pacientes. O treinamento é promovido pela Secretaria da Saúde do Estado, com o objetivo de preparar os profissionais para o combate à doença. Já foram registrados 71 óbitos no Estado, sendo 34 na Capital e 37 no Interior.
Campanha
Lançada pelo Ministério da Saúde, a Campanha Nacional de Combate à Dengue de 2012/2013 traz o slogan “Dengue é fácil combater, só não pode esquecer”. O objetivo da primeira fase (até o final de dezembro) é mobilizar a população a praticar medidas simples de prevenção contra o mosquito Aedes aegypti. Na segunda fase, a partir de janeiro, o foco é reconhecer os sinais e sintomas da doença e quais as principais medidas que devem ser adotadas pela população, em caso de suspeita. A campanha educativa é dirigida a população em geral, gestores, lideranças comunitárias, empresários, movimentos sociais, religiosos, profissionais e agentes de saúde, professores e crianças.
Assessoria de Comunicação da Sesa  com adaptações.


Fazemos parte da rede do Portal Revista Central - informação em tempo real com credibilidade. acesse: www.revistacentral.com.br

Nenhum comentário:

::: NOSSOS VÍDEOS

Loading...